Oceanos

Por um período eu a odiei. Mesmo depois de criança, nunca senti por ninguém o que senti por ela. Era uma afinca repulsa, eu me renegava com todas as minhas forças a aceitá-la; ela e suas infinitas lamentações, dores, mágoas, seu orgulho tão ferido, sua vida tão dilacerada com suas próprias mãos. Mas, esta fase se limitou aos meus limites de compreensão. Depois de um tempo eu já não a crucificava, pelo contrário, adquiri piedade por ela. Isto me trouxe uma grande lição, algo que moldou grande parte de meu caráter. Foi neste momento que aprendi a enxergar por trás da matéria. A superfície é superficial para nos permitir apoios. Cada pessoa guarda um oceano dentro de si, com suas próprias âncoras de aprisionamento. Eu compreendi que ela era assim porque a vida lhe moldara daquela maneira, e ela, estava cansada demais para nadar contra a corrente e suas tantas tempestades.

O que eu mais detestava nela era a sua entrega, sua resignação; ela parecia se agarrar a dor como se aquilo fosse a única coisa que lhe restasse. Uma das lembranças mais fortes que tenho de minha infância é de mim joelhada na frente do menino Jesus que havia num altar em casa, rezando para que eu jamais me tornasse igual à minha mãe.

Foram mais de 21 anos trancada com a chave na mão. E mais alguns bons anos para acostumar os olhos com a luz. Eu tive duas mães com o mesmo nome. Não há nada nela hoje que se assemelhe a quem ela foi. Nada. Ela mudou quando quis mudar, quando viu que a vida poderia ser mais do que aceitar a hora da morte que não havia chego. Da dona de casa que vivia de antidepressivos à empresaria que vive sozinha, que namora, que estuda inglês, violão, canto e que passa seus finais de semana em eventos culturais entre amigos. É bonito pensar nisso, e grande. Ainda continuo aprendendo muito com tudo, com todas estas ondas que nos formam e nos levam.

Hoje, eu me ajoelho na frente de meu altar e rezo, para que possa me tornar a mulher que minha mãe se tornou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s