Coisas frágeis

O reflexo da água, tímido, se escondia atrás das pétalas vermelhas caídas da roseira que circunda a fonte. Grande roseira. Há tão pouco tempo a replantei e era uma frágil muda. Estava morrendo quando cheguei nesta casa, pois onde estava plantada, batia demasiadamente sol. Estava quase seca e minha mãe dizia – Que bobeira replantá-la. Já está morta! Não estava. E agora de tão viva, transborda. Colorindo o incolor da água. Reparei nisso enquanto fazia janta e sairá para colher ervas no jardim. E me lembrei, o quanto sempre quis cozinhar com especiarias frescas. Agora elas estavam lá, diante de mim, fartos pés de ervas. E às vezes, eu me esqueço. A gente costuma se esquecer de ver o que está em nossa frente, procurando o que não está.

Eu fui muito injusta com esta cidade e com esta minha pessoa, me sentindo tão infeliz em relação a tudo. Pensando apenas onde queria estar, eu deixei de viver onde estava. E me resignando a um canto escuro, não pude ver o que havia em minha volta. A tristeza é um monstro faminto, quanto mais se alimenta, maior seu tamanho e sua fome. Não creio que devemos negligenciar a sua existência, mas também, não devemos negociar com esta, realizando suas vontades em troca de paz. Um aprisionamento. Hoje, eu percebo que eu não posso me confiar, pois ainda estou presa por minhas mãos. Há uma trava em minha razão e o meu raciocínio não é são. Meus olhos estão vedados. Mas isso é apenas um disfarce. Uma armadilha. Um quarto sem janelas, só com uma porta. A falta de luz esconde a saída. Mas, é só começar a caminhar para encontrar. E deslumbrar flores no próprio quintal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s