Em nome de Cristo

Acabei de assistir a gravação do culto de um influentíssimo pastor americano, pregado aqui no Brasil contra a sensualidade das mulheres brasileiras. Ele alega que uma mulher que “preza o corpo” deveria ter uma pedra amarrada em seu pescoço e em seguida ser arremessada ao mar. Usou estas palavras. Eloquentemente também condena jovens que hoje pintam o cabelo de colorido e usam “pregos no nariz”, dizendo que isto é um desrespeito a Deus.

Em nome de Cristo muitos crimes são cometidos por influência explícita de pregações, provindas das cada vez mais populares igrejas pentecostais. Seus seguidores agarram com louvor o que o pastor diz, acreditando que este seja a autoridade máxima na Terra. Matar não se torna um pecado quando é em prol da reforma divina; quando é para limpar a terra de vadias, gays, ateus e tudo mais o que houver de profano. Incitar a violência é cabível quando esta gira em torno de interesses; seja como indivíduo injustiçado pelo incapaz governo ou como fiel lutando pelos valores de sua religião.

Não estou atacando ou menosprezando a fé de ninguém. Tenho respeito veemente pela espiritualidade alheia, independente qual seja. O que estou condenando é a ignorância humana com seus tantos disfarces e injustificáveis justificativas. O “diabo” tão citado nos discursos pentecostais pode assumir muitas formas, é isso o que dizem, creio que a principal delas seja a de um pastor incitando a violência contra os inocentes. Se hoje vivemos numa era inacreditavelmente marcada por genocídios, é justamente pelo apelo à violência como veículo de paz. É a máxima da bestialidade humana.

A religiosidade e sua opressora intolerância é uma fonte de violência inigualável. Olhando para trás pode parecer utópico uma época em que mulheres eram queimadas vivas, mas vivenciando o agora, isso se torna terrivelmente real.

– Vídeo:
“As Mulheres do Brasil” por Paul Washer:
https://www.youtube.com/watch?v=-f1ZelPrhGY

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s