Colegas demais, amigos de menos

Uma das maiores constatações ao passar pela adolescência, ao terminar a escola, sair da faculdade, deixar a cidade natal; é como os laços são frágeis na distância, no invisível. Como nos tornamos esquecidos quando já não conseguimos ser a companhia que o outro precisa. Como deixamos de ser amigo quando não conseguimos ser colega.

A dificuldade de cultivar uma amizade, não só de usufruí-la. Como a planta que se cria, diferente do fruto que se colhe. Somos egoístas demais penso. Alguns mais, outros menos. Queremos pessoas úteis, pessoas que nos acrescente. Até em aspectos fraternos, queremos alguém que nos ouça, que demonstre carinho, que forneça presença. Mas, fazemos isso? Ou apenas demandamos isso?

Cada vez mais constato que o tempo leva a delicadeza, o detalhe, a atenção. Estamos tão preocupados conosco, com nossos problemas, rotinas, cansaços; que não há tempo para se preocupar com o outro; de saber como está, como estão seus sonhos, suas lutas. Cada vez mais os amigos tornam-se distrações, não ocupações. Companhia para um show, para um bar, qualquer festa. Preenchimento de um vazio. Alguém que te faça acreditar que você é importante, querido. Uma falsa sensação de companheirismo. Neste jogo só estamos nos usando da maneira mais fútil o possível. Jogo de interesses baixos. Mesquinhos. Teatral.

Cada vez mais prefiro estar sozinha. Sozinha à sós do que sozinha acompanhada. Cada vez mais tenho menos amigos. Pois meus amigos se transformaram em colegas. Lembram de mim quando precisam de mim. Quando almejam desabafo ou companhia. Não que isso seja errado. Colegas são bons. Necessários. Mas não são amigos. São apenas íntimos conhecidos.

As pessoas, como tudo, transformam-se. E nem sempre conseguimos acompanhar esta mudança. Nós ficamos lá pra trás, naquele tempo em que um dormia na casa do outro e que o nosso maior entretenimento era sentar em qualquer canto e conversar sobre todas as coisas. As pessoas cada vez mais se silenciam. Apagam-se.

 

Trilha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s