Quem concorda comigo e os Outro

Todos querem estar certo. Talvez o desejo de certeza seja inerente à pensante natureza humana. Não basta achar, opinar; tem que impor, monopolizar. Desqualificando a possibilidade contrária se credibiliza a escolha própria. É nestas linhas que assistimos a barbárie guerrilha política que se transformou o processo de impeachment. Não somos mais cidadãos de uma fragilizada nação que enfrenta a sua pior crise estrutural; somos torcedores políticos: “petistas”, “coxinhas”, “reacionários”, “esquerdistas”… Não somos vítimas nem culpados, somos o lado certo x o lado errado. Uma afirmação de ego, não mais uma defesa política.

O perigo da afirmação é a alienação. Agarrar-se a um isolado fragmento abstraindo todo o distinto restante. Política é uma conjuntura, não um fragmento. Prepotência achar que possuímos a solução em um contexto tão grave e complexo como o de agora. Fernando Henrique acaba de se pronunciar: “Não há motivos para celebrar, Dilma não tem mais condições de governar o Brasil, mas qualquer impeachment é uma violência contra o voto popular.” Sensato isso. Há dois lados divergentes, mas não precisamente excludentes.

Hoje, mais do que nunca, a grande maioria possui uma forte necessidade de expressão de opinião, muito devido à histeria das redes sociais. Isso é muito bom por um lado, nossa juventude nunca foi tão participante politicamente, mas há o outro lado: o superficialismo e radicalismo desta ação. A impostação pessoal perante uma questão social.

Não somos concorrentes, somos todos brasileiros vivenciando um momento histórico. Estamos todos profundamente insatisfeitos e desesperados por soluções. O caos é consequência deste desespero. Precisamos de lucidez e análise. Não de impulsividade e arrogância. A divisão que vivenciamos é muito mais individualista – egoísta – do que ideológica. Este é o problema. Precisamos ouvir mais, ler mais, conhecer mais; conhecer principalmente aquilo que nos afronta, pois é exatamente na visão contrária que reside o maior aprendizado. Precisamos urgente de partilha e união. Continuaremos estagnados assim fechados dentro de si.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s