Um animal objeto cabe em qualquer lugar

Maurício morava em um bairro isolado de Araraquara-SP com a esposa e o filho pequeno. Resolveu arrumar um cachorro para proteger a casa. Quando o seu segundo filho nasceu, Maurício decidiu se mudar para um lugar melhor e comprou um apartamento próximo ao centro. Agora sim, segurança garantida para a família. Não precisariam mais do cão de guarda. E nem haveria lugar para este em um apartamento. Em nenhum momento isso foi um empecilho para a mudança. Não poder levar o cachorro é uma triste fatalidade, não uma vontade. Agora será preciso se livrar do animal, não há outro jeito. Uma dor de cabeça a mais na mudança.

O pai de Maurício tem um imóvel que aluga para eventos, o local quase sempre está vazio, sem ninguém. Pronto, problema resolvido. O cachorro poderia fica lá, mas preso. P-r-e-s-o. Há um quintal enorme, mas ele deve ficar preso no corredor dos fundos para não fazer sujeira. Esta é a condição. Pronto, cachorro resolvido.

Além deste cão ter sido removido de sua família e abandonado em uma casa vazia, ele é mantido encarcerado em um corredor. Não vê a rua, não se exercita, não tem sombra para se proteger na horas do sol escaldante, não tem abrigo para se acolher no frio da noite ou durante tempestades. Se quer uma casinha foi deixada. Maurício alega que está cuidando do cachorro, pois vai duas vezes por dia no lugar levar água e comida. Cuidar de um animal em sua concepção é mantê-lo vivo à base de água e ração. O cão agonizando confinado naquele cubículo não conta. O cão abandonado, longe dos donos e sozinho, também não.

Maurício, manter um animal encarcerado é tortura. É maus-tratos. É crime. Você é um criminoso Maurício. Mas ninguém enxerga isso. Porque é só um cachorro abandonado. Só um animal. Ainda hão de dizer que está fazendo o bem por não ter o largado na rua como tanta gente faz. Porque para essa humanidade desumana um animal é um objeto que come, urina e caga. Basta o colocar em qualquer lugar que o caiba, dar comida, água e limpar aquela sujeira. Dever cumprido.

Anúncios